Sociedade União Musical Alenquerense

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
  • Livro
  • 1 Dezembro 2016

História

A origem da Sociedade União Musical Alenquerense remonta aos finais do século XIX, com a criação em 01 de Dezembro de 1890, da Sociedade Philarmónica Operária Alenquerense.

Todavia, as suas origens estão melhor delineadas a partir de 1 de Dezembro de 1909, altura em que esta Sociedade passou a denominar-se Sociedade de Instrução e Recreio que, posteriormente, em 1924, viria a mudar a sua denominação para Sociedade Filarmónica de Alenquer. Esta sociedade daria lugar em 8 de Janeiro de 1949 à actual Sociedade União Musical Alenquerense – SUMA, depois de uma curta passagem pela Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Alenquer. Estas e outras informações podem ser consultadas na edição em livro de: “Memórias da Arcada” onde estão retratados os primeiros 118 anos da SUMA.

A nível nacional para além de ter participado em diversos concertos e encontros de bandas de música em diversos pontos do país, destacamos as actuações em 1996 e posteriormente em 2000 nas Ilhas Açorianas do Faial e do Pico, em intercâmbio com a Banda da Sociedade Filarmónica Recreio Santamarense, de Stº. Amaro do Pico, onde obteve um notável sucesso, tanto no plano cultural como no social, e ainda o convite para actuar na Radiotelevisão Portuguesa. A nível internacional conta com uma deslocação a França, à cidade de Lyon, em 1981, aonde levou aos nossos concidadãos, a cultura e o calor humano dos Alenquerenses.

Faz ainda parte do seu historial, um concerto no Centro Cultural de Belém em 27 de Junho de 2009 a convite da EDISOFT e um concerto no Teatro da Trindade em 27 de Novembro de 2016 a convite da Fundação INATEL.

Tem a sua sede localizada na vila de Alenquer, que é por sua vez, a sede do concelho com o mesmo nome, estando sedeada em frente ao Parque Vaz Monteiro.

É dirigida pelo Maestro Nelson Jesus e mantém em funcionamento para além da Banda Filarmónica com 69 instrumentistas, uma Banda Juvenil com 35 executantes, um Ensemble de Sopros com 10 elementos e uma Escola de Música, com mais de 50 jovens que procuram ocupar os seus tempos livres aprendendo música.

Voce Esta: Quem Somos História