Sociedade União Musical Alenquerense

  • Full Screen
  • Wide Screen
  • Narrow Screen
  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
  • Livro

Nelson Jesus é natural de Azambuja onde nasceu em 1986.

Iniciou os estudos no seio das bandas filarmónicas sob a orientação de Januário Ventura e José Gomes Pereira. Prossegue estudos noConservatório de Caldas da Rainha na classe de saxofone do professor Mário Marques. Termina em 2005 na classe do Prof. Hugo Gaito com a classificação de 20 valores. Frequentou de 2005 a 2007 o curso livre de saxofone da Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto com os professores Henk van Twillert e Fernando Ramos. Entre 2005 e 2008 frequentou a Academia de Música Costa Cabral e posteriormente o Conservatório de Música do Porto na classe do professor Francisco Ferreira, terminando com a máxima classificação, 20 valores.

Em Abril de 2008, apresentou-se como solista em saxofone tenor, instrumento da sua preferência, na Sala Suggia da Casa da Música, com a Orquestra Nacional do Porto, sobre a direcção do prestigiado maestro Japonês Takuo Yuasa.

Participou em cursos de direcção do Inatel a partir dos 16 anos de idade e mais recentemente trabalhou em estágios de direcção com os maestros António Saiote, Jan Cober, Douglas Bostock, Eugene Corporon, Rafael Agulló Albors, Jean-Sébastien Béreau e Pascual Vilaplana.

Dirigiu entre 2005 e 2011 a Banda Juvenil de Melres e foi maestro da Banda de Música de Carregosa entre 2011 e 2015.

Estudou análise e técnicas de composição com Fernando C. Lapa e João-Heitor Rigaud no Conservatório de Música do Porto. Prosseguiu estudos de carácter particular com o compositor Argentino Fernando Altube. Mais recentemente frequentou seminários dos compositores Luigi Abate (Itália) e Edward Green (EUA).

Prosseguiu estudos de carácter particular com o compositor Argentino Fernando Altube. Frequenta a licenciatura em Composição na ESML, tendo tido como orientadores os compositores Sérgio Azevedo e Luís Tinoco.

Foi vencedor do 1º Prémio de Composição para Banda Sinfónica Ibermúsicas Oaxaca-2014 com o seu arrojado “Concertino para Bombo e Banda Sinfónica”, 2º Prémio no IV Concurso Nacional de Composição Banda Sinfónica Portuguesa, 1º Prémio na 4ª Edição do Concurso de Composição para Orquestra de Sopros Inatel-Banda Sinfónica do Exército e do 1º Prémio WASBE de Composição para banda na categoria educacional em 2017. Em 2018 foi vencedor do prestigiado prémio de composição SPA/Antena 2, com a obra “Two Elegies Framing a March” com estreia pela orquestra Gulbenkian, da qual será bolseiro em 2019.

Desde 2014 que praticamente só escreve por encomenda e as suas peças começaram a circular por todo o mundo.

Foi seleccionado como Compositor Residente da Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras em 2017.

Actualmente é saxofonista na Banda Sinfónica da GNR. É director artístico e maestro da Banda da Sociedade União Musical Alenquerense desde Fevereiro de 2017.

 

 

Voce Esta: Quem Somos Maestro